...NO VIVER TUDO CABE...

Centro Cultural da UFSJ
São João del Rei – MG
Junho/2009

A proposta desta exposição/instalação é mostrar ao público as possibilidades de misturas das argilas através do uso de rejeitos e pigmentos naturais. Quando proponho o nome da exposição, trago idéias e formas desenvolvidas ao longo de 30 anos de trabalho e pesquisa. Por outro lado, o uso de outros materiais tais como, hastes ou placas de ferro permitem uma aproximação não só formal como estética de todo um projeto

fotos: Wladimir Loyola

no viver tudo cabe
argila. forno, queima. forma.
pedra. tábuas casa.

nos pontos nevrálgicos do espaço,
só por você encontrados, pare.
escolha a mira. tire as linhas.

 

reconheça.

verticais feridas por lascas.
horizontais abauladas.
sombra incógnita contornada.
pequena a janela.

recorde. O todo se desmantela
em fragmentos folhosos.
todo todo é folhoso, fragmentário.

busca de alguma ordem.
fatias de memória,
na caixa de ferro ciosamente guardadas.
gaveta de ferro.
se não, escapam.

primórdios da vida. no sonho,
as formas arredondadas. ajeitadas
na estante para que o enigma,
ao menos em parte,
pronuncie seu recado.

– não é uma retrospectiva, diz a artista.

é remanso, não é corredeira.
é clareira, onde o tempo fluente se espraia
– infinitivo presente.

viver.

Maria Clara Queiroz Corrêa

Nicia Braga Cerâmica -  Rua José Batista de Carvalho, 43

Parque das Abelhas - Tiradentes, MG, 36325-000, Brasil

niciabraga@gmail.com - Telefone: +55 (32) 3355-1613  

  • Facebook Black Round
  • Instagram - Black Circle